Casa

Descubra para que serve o roteador e veja dicas para escolher o ideal!

Quando o assunto é tecnologia, muitas pessoas têm dúvidas com termos e aparelhos, por exemplo o roteador. Embora ele seja primordial, não é incomum pessoas não saberem para que serve o roteador.

Entender o funcionamento do aparelho ajuda a escolher o melhor produto para suas necessidades e, claro, ter uma conexão satisfatória com a internet. Afinal, o que não faltam são diferentes produtos no mercado, como o Archer C20 (do qual já produzimos um review bem interessante) e muitos outros.

Para lhe ajudar, montamos este conteúdo explicando o que é e para que serve o roteador. Leia e descubra!

O que é e para que serve o roteador?

O roteador é um aparelho usado para conexões de redes de computadores. Como o próprio nome indica, ele realiza o encaminhamento das informações acondicionadas em pacotes de dados, encontrando as melhores rotas para conectar dispositivos (computadores, smartphones, tablets etc.) com a internet.

Assim, a principal característica é, justamente, a de buscar rotas melhores para o envio e o recebimento de dados, podendo, para isso, priorizar as transmissões mais curtas ou menos congestionadas.

Para reduzir a necessidade dos dispositivos estarem ligados a fios que os conectam à internet é que surgiram os roteadores wireless que usam antenas para enviar e receber as transmissões de dados.

Quando você assina um serviço de banda larga, a empresa lhe envia um modem que será instalado e receberá o sinal do provedor. Para que essa internet seja compartilhada com os diversos aparelhos e dispositivos é que existe o roteador. Ele fará a distribuição da internet sem que seja necessário nenhum fio. Assim, você conseguirá ligar na sua rede Wi-Fi, a TV, os tablets, os smartphones, os laptops etc.

Funcionamento

Para funcionar, os roteadores contam com antenas potentes que recebem e enviam dados entre o modem e os aparelhos. A velocidade em que essa transmissão ocorrerá depende da rapidez da internet contratada, do modelo do roteador e do aparelho que receberá o sinal.

O roteador deverá ser configurado adequadamente para funcionar de acordo com a sua internet.

Os modelos mais modernos funcionam conectados ao cabo de banda larga e contam com mais de 4 saídas de cabos para computadores, além de antenas que transmitem o sinal para a conectividade sem fio.

Os roteadores são usados para melhorar a performance e a distribuição das conexões em redes de banda larga em lugares amplos e para permitir a conexão de diferentes aparelhos ao mesmo tempo.

Tipos

Basicamente, existem dois tipos de roteadores: os estáticos e os dinâmicos. Os estáticos são os mais comuns, eles possuem rotas de trocas de dado fixas e, em geral, priorizam apenas os dispositivos que estão mais próximos.

Já os roteadores dinâmicos são modelos mais caros e refinados. Eles realizam análises de algoritmos para fazer avaliações prévias das condições da rede, priorizando as rotas que são mais efetivas, sem que, necessariamente, sejam as mais curtas.

Qual a diferença entre modem e roteador?

Modem e roteador são termos bastante confundidos. Agora que você já sabe para que serve o roteador, deve ter notado que os aparelhos são diferentes, não é?

O modem é o dispositivo que leva à internet contratada até a sua casa ou comércio. É nele que é realizada a conexão física da rede que vem da fiação externa. Ele também é que fará a distribuição da internet para um dispositivo externo. Normalmente, as operadoras de internet já fornecem o modem na contratação do serviço, mas você também poderá comprá-lo a parte.

O roteador, como vimos, é o aparelho responsável por distribuir a internet para um ou mais dispositivos, normalmente via rede Wi-Fi, embora também seja possível conectar os dispositivos via cabo de rede.

Já existem algumas opções de modem com roteador que é um aparelho que recebe o sinal de internet e administra todos os dispositivos conectados a ele, distribuindo o sinal para todos por meio de antenas de Wi-Fi. Em geral, esses são aparelhos básicos que costumam ter um alcance menor.

O que um roteador precisa para ser bom?

Entender para que serve o roteador é importante na hora de comprar o produto certo, mas você também deverá avaliar outros quesitos. Por exemplo:

  • potência: quanto maior for, mais potente será o roteador. É medida em dBI;
  • distância do alcance: a capacidade de alcance garante que o sinal Wi-Fi chegue a todos os pontos da sua casa. Em geral, quanto maior a potência, maior é o alcance, mas existem alguns fatores que podem influenciar, como a presença de paredes, móveis e outras barreiras físicas que podem diminuir a eficiência, o posicionamento do roteador (o indicado é instalá-lo em um local alto e centralizado na casa) e a antena;
  • velocidade de transmissão: o roteador não influencia diretamente no aumento da velocidade da internet, já que isso depende do pacote de dados do provedor que você contratou. A velocidade com que os dados são transmitidos entre o roteador e os dispositivos conectados à rede é definida por padrões de conexão, sendo os mais comuns: BGN (velocidade entre 11 Mbps e 600 Mbps) e AC (velocidade até 1200 Mbps). Quanto mais veloz o roteador adquirido, mais rápido será carregar páginas, baixar e enviar arquivos, fazer streaming etc. O recomendado são roteadores com velocidades de transmissão acima de 300 Mbps;
  • roteador Mesh: aparelhos com tecnologia capaz de manter a amplitude do sinal em todos os ambientes e permitem controlar a distribuição da conexão na rede conforme a necessidade do usuário;
  • múltiplas bandas: os modelos mais novos oferecem redes em 2.4GHz e 5 GHz. A primeira tem maior penetração em cômodos distantes, porém sofre com a interferência de outros equipamentos que operam na mesma faixa e a segunda é mais limpa, mas tem dificuldades para alcançar lugares mais distantes. Quando o roteador é dual-band ou tri band, é possível criar várias redes sem fio independentes ao mesmo tempo.

Qual a diferença entre roteador e repetidor?

O roteador é o aparelho que encaminha e organiza os pacotes de dados entre redes e o repetidor pega o sinal que já existe (emitido pelo roteador) e o repete. Assim, o repetidor usa os dados da rede que está repetindo e encaminha para os dispositivos conectados, o que amplia a área de cobertura.

Se a sua casa ou empresa tem muitos obstáculos e barreiras físicas (muitas paredes, móveis ou muitos aparelhos eletrônicos), o repetidor é uma boa solução, ajudando a deixar o sinal Wi-Fi com mais qualidade. Porém, atenção, porque quanto mais repetidores você instalar, menor poderá ser a velocidade. Então, nesses casos, pode ser mais interessante instalar um roteador Mesh que tem melhores velocidade e cobertura.

Neste conteúdo, você aprendeu que o roteador é o aparelho responsável por transmitir a internet contratada para os diversos dispositivos da casa, criando redes Wi-Fi. Agora que você já sabe para que serve o roteador que tal conhecer a lista atualizada dos melhores roteadores do mercado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *