Celulares

10 melhores celulares pelo custo-benefício: conheça a lista agora!

Com o grande número de opções no mercado, descobrir qual é o melhor celular pelo custo-benefício nem sempre é uma tarefa fácil. Muita gente escolhe pela marca, outros pelos comentários de amigos e ainda há quem prefira ir à loja e testar.

De toda forma, uma coisa é certa: você só vai saber se sua escolha foi a mais adequada se conhecer os detalhes de cada aparelho. Entender a configuração, a qualidade da câmera, o desempenho do sistema e outros fatores é o que realmente deve interferir na sua decisão.

É por isso que criamos este post. Aqui, vamos explicar direitinho o que você precisa saber e quais são os pontos positivos e negativos de cada alternativa para escolher o melhor dispositivo. Achou interessante? Então, confira a lista de custo-benefício dos melhores celulares.

1. Xiaomi Pocophone F1

Se você ainda tem preconceito com a Xiaomi por ser uma marca chinesa, tire essa ideia da cabeça agora mesmo! O modelo Pocophone F1 é o campeão absoluto no que se refere a custo-benefício. Por quê? Os motivos são variados.

Um deles é o seu processador. Ele é tão veloz quanto o Snapdragon 845, da Qualcomm, que tem um núcleo octa-core de até 2,8 GHz. Isso significa que ele executa tarefas pesadas com performance máxima.

Além disso, as câmeras têm alta qualidade e o espaço de armazenamento de arquivos é de até 256 Gb. O melhor de tudo: você paga menos de R$ 2.000 para ter acesso a esses benefícios. Em média, o valor do aparelho é de R$ 1.700.

O Pocophone F1 ainda tem um design atraente e configuração que não perde de nenhuma das marcas mais reconhecidas do mercado. Veja:

  • tela full HD+ de 2.246 x 1.080 pixels e 6,18 polegadas;
  • processador octa-core de até 2,8 GHz;
  • memória RAM de 6 Gb ou 8 Gb;
  • armazenamento de 64 Gb, 128 Gb ou 256 Gb;
  • câmera traseira dupla de 12 Mp com abertura f/1.9 e de 5 Mp com abertura f/2.0;
  • câmera frontal de 20 Mp com abertura f/2.0;
  • bateria de 4.000 mAh;
  • sistema operacional Android 8.1 Oreo com atualização para o Android 9 Pie.

O que faz o Pocophone F1 ficar em primeiro lugar é o fato de ter características encontradas somente nos melhores celulares do mercado, aqueles top de linha. O ponto negativo é a marca, pouco conhecida no Brasil e que está na lista de celulares que mais emitem radiação.

2. Samsung Galaxy S9

Com uma configuração parecida com o S10 — última versão lançada — e um preço mais acessível, o Galaxy S9 marca sua presença nessa lista. Em 2018, ele foi o top de linha. Agora, ainda continua entre os melhores.

O motivo é sua configuração. O processador é o Snapdragon 845, a tela é de 5,8 polegadas e o aparelho ainda tem leitor de digital, scanner de íris e reconhecimento facial.

Um dos principais destaques é a câmera. Ainda que não seja dupla, ela tem uma boa abertura de lente. Com isso, você tira boas fotos em qualquer lugar, até mesmo nos mais escuros.

Quer conhecer a ficha técnica? Dá uma olhada:

  • tela de 5,8 polegadas Quad HD+ de 2.960 x 1.440 pixels;
  • processador Snapdragon 845;
  • memória RAM de 4 Gb;
  • armazenamento de 64 Gb, 128 Gb ou 256 Gb;
  • câmera traseira de 12 Mp com abertura f/1.5 – 2.4;
  • câmera frontal de 8 Mp com abertura f/1.7;
  • bateria de 3.000 mAh;
  • sistema operacional Android 8.0 Oreo, com atualização para Android 9 Pie;
  • leitor de digitais;
  • scanner de íris;
  • reconhecimento facial.

A principal vantagem do Samsung Galaxy S9 é o preço reduzido. Depois do lançamento do S10, é fácil encontrar o modelo antigo por aproximadamente R$ 1.600. A desvantagem é que você paga quase o mesmo tanto para o Xiaomi Pocophone F1, mas tem uma configuração levemente mais baixa.

3. Moto G7 Plus

Falou em configuração avançada, a Lenovo logo vem à mente. Seja para notebooks, seja para smartphones, a marca se destaca por sempre estar na lista dos melhores celulares em custo-benefício. Aqui, o representante é o Moto G7 Plus.

Esse é o modelo mais avançado da linha, que se destaca pela estabilização óptica de imagem (OIS) na câmera traseira dupla. O que isso significa na prática? As imagens são feitas com menos ruídos e trepidações.

Outro ponto positivo é a parte sonora do Moto G7 Plus. O sistema de alto-falantes estéreo tem alta qualidade e você consegue ouvir qualquer áudio de maneira muito tranquila. Outras configurações importantes são:

  • tela full HD+ com 2.270 x 1.080 pixels e 6,24 polegadas;
  • processador octa-core de até 1,8 GHz, ou seja, o Snapdragon 636;
  • memória RAM de 4Gb;
  • armazenamento de 64 Gb;
  • câmera dupla traseira de 16 Mp com abertura f/1.7 e 5 Mp com abertura de f/2.2;
  • câmera frontal de 12 Mp com abertura f/2.0;
  • bateria de 3.000 mAh;
  • sistema operacional Android 9 Pie.

Com essas configurações, você faz selfies com alta qualidade, ouve música sem problemas e executa qualquer jogo intermediário com facilidade. Tudo isso por apenas R$ 1.300, em média. O aspecto negativo? A bateria. Ela acaba rápido. Apesar disso, ele recarrega em pouco tempo.

4. Zenfone Max Shot

Se a Asus se destaca pelos notebooks, com os smartphones não é diferente. O Zenfone Max Shot foi lançado para sair do básico — e a meta foi cumprida!

Por um valor baixo — cerca de R$ 950 —, você tem um celular com processador Snapdragon SiP1 e câmera tripla. De quebra, ele tem uma bateria poderosa, de ampla duração.

Com essa versão da Asus de melhor celular pelo custo-benefício, você faz o que precisa com um bom desempenho e ótima configuração:

  • tela de 6,26 polegadas com resolução Full HD+;
  • processador Qualcoom Snapdragon SiP1, que é octa-core de 1,8 GHz e tem GPU Adrono 506;
  • memória RAM de 3 Gb ou 4 Gb;
  • armazenamento de 32 Gb ou 64 Gb;
  • câmera tripla traseira de 12 Mp com sensor Sony IMX485, 8 Mp com lente grande-angular e 5 Mp para foco;
  • câmera traseira de 8 Mp;
  • corpo e acabamento em metal;
  • bateria de 4.000 mAh;
  • sistema operacional Android 8.1 Oreo;
  • flash de LED integrado;
  • função retrato.

O melhor ponto positivo desse aparelho é sua capacidade de captar todo o cenário na imagem e otimizar as cores e as sombras para trazer a melhor iluminação. A desvantagem é que a configuração ainda poderia ser melhor.

5. LG K11 Plus

Sempre derruba o celular no chão? Tem problema com a durabilidade? O LG K11 Plus é a opção certa para você. Baratinho e resistente, esse modelo é ideal para quem quer um aparelho prático para o dia a dia.

A configuração é mais básica — esse é um ponto negativo. Então, por que esse é um dos melhores celulares no custo-benefício? Simples! Ele atende bem às demandas diárias e tem ampla duração. Veja a configuração:

  • tela de 5,3 polegadas HD com 1.280 x 720 pixels;
  • processador MediaTek MTK6750 octa-core de até 1,5 GHz;
  • memória RAM de 3 Gb;
  • armazenamento de 32 Gb, com possibilidade de expandir para até 2 Tb por meio de microSD;
  • câmera frontal de 5 Mp com abertura f/2.2;
  • câmera traseira de 13 Mp, com abertura f/2.2;
  • bateria de 2.880 mAh;
  • sistema operacional Android 7.0 Nougat.

Você encontra o LG K11 Plus pelo preço médio de R$ 550,00. A marca já lançou uma nova versão desse aparelho, o K12 Plus. A diferença de configuração, porém, é pequena e o preço é mais alto.

6. Apple iPhone 7

Os fãs da Apple vão achar que esse aparelho deveria estar mais bem posicionado na lista. Talvez seja verdade, mas o problema dele é o valor, que faz o custo-benefício nem sempre compensar. Afinal, para adquirir o seu, precisará desembolsar mais de R$ 2.150.

Ainda assim, o valor está baixo, se comparado a versões mais recentes. Além disso, o desempenho é excelente, mesmo para os padrões atuais, inclusive para as câmeras. Confira a configuração:

  • tela de 4,7 polegadas em LCD IPS, com iluminação por LED e resolução de 1.334 x 750 pixels;
  • processador A10 Fusion de 64 bits;
  • câmera traseira de 12 Mp com abertura f/1.8 e zoom digital de 5x;
  • câmera frontal de 7 Mp e abertura f/2.2;
  • armazenamento de 32 Gb, 128 Gb ou 256 Gb;
  • sistema operacional iOS 10;
  • leitor de impressões digitais;
  • sensor de proximidade;
  • sensor de luz ambiente.

Por todos esses motivos, ainda vale a pena comprar o iPhone 7. Por outro lado, a bateria rende menos que os outros aparelhos dessa lista.

7. Huawei P30 Lite

Outra fabricante chinesa na lista, a Huawei conquista os clientes pela qualidade dos smartphones. Apesar de ainda ser pouco conhecida, vale a pena dar uma chance a esse celular de nível intermediário/avançado.

Com um bom preço de compra — por volta de R$ 1.450 —, você tem um smartphone com boa câmera tripla traseira e tela robusta. É um dos melhores celulares com custo-benefício no que se refere ao desempenho visual.

Além disso, tem bom processamento e resposta ágil para a maioria das solicitações. A configuração do P30 Lite é:

  • tela IPS LCD de 6,1 polegadas;
  • processador octa-core Hisilicon Kirin 710;
  • memória interna de 128 Gb e expansível até 512 Gb;
  • memória RAM de 4 Gb;
  • câmera traseira tripla de 24 Mp, 8 Mp e 2 Mp, com resolução de 1.080 pixels e 30 fps;
  • câmera frontal de 32 Mp;
  • bateria de 3.340 mAh;
  • leitor de digital;
  • bússola;
  • sistema operacional Android 9 Pie.

Com essas configurações, o principal ponto positivo é a câmera traseira tripla, que tira boas fotos e tem um recurso inteligente que garante a melhor imagem possível. Isso evita que você faça edições.

Por outro lado, quem gosta de jogar no celular pode ter dificuldade. Alguns mais pesados costumam travar o smartphone ou deixá-lo lento. Por isso, é uma opção mais para o dia a dia.

8. Moto G7 Power

Já pensou em usar um telefone por dois dias inteiros sem precisar recarregar a bateria? Esse é o Moto G7 Power. Com 5.000 mAh de potência, esse é o melhor celular no custo-benefício para quem passa muito tempo longe de casa e tem uma vida agitada.

Outro benefício do aparelho é a TV digital integrada, que ajuda a passar tempo quando você precisa ficar esperando em algum lugar. O ponto negativo, claro, é que seu desempenho é mais baixo que o G7 Plus.

Ainda assim, consegue jogar e fazer isso por horas sem se preocupar com a bateria. Outras configurações são:

  • tela HD+ de 1.520 x 720 pixels e 6,2 polegadas;
  • processador octa-core de até 1,8 GHz, o Snapdragon 632;
  • memória RAM de 3 Gb ou 4 Gb;
  • armazenamento de 32 Gb ou 64 Gb;
  • câmera traseira de 12 Mp com abertura f/2.0;
  • câmera frontal de 8 Mp com abertura f/2.2;
  • bateria de 5.000 mAh;
  • sistema operacional Android 9 Pie.

Tudo isso por aproximadamente R$ 900. Portanto, se sua opção é a bateria, pode escolher esse modelo sem dúvidas.

9. Samsung Galaxy A30

Olha a Samsung mais uma vez na lista! Fora da linha S, a classificada como A é mais uma boa alternativa. No caso do Galaxy A30, ele é ideal para assistir a séries, filmes e qualquer tipo de vídeo.

O modelo é considerado intermediário, mas é um dos melhores celulares em questão de custo-benefício. Alguns detalhes de sua configuração são:

  • tela Full HD+ de 2.340 x 1.080 pixels Super AMOLED com 6,4 polegadas;
  • processador octa-core de até 1,8 GHz;
  • memória RAM de 4 Gb;
  • armazenamento de 64 Gb expansível por microSD até 512 Gb;
  • câmera dupla traseira de 16 Mp com abertura f/1.7 e 5 Mp com abertura f/2.2;
  • câmera frontal de 16 Mp com abertura f/2.0;
  • bateria de 4.000 mAh;
  • sistema operacional Android 9 Pie;
  • leitor de digital.

Uma das vantagens é a câmera ultra-wide, que tem um dos melhores desempenhos em comparação com modelos similares. Ele também tem TV digital integrada, como o Moto G7 Power. O ponto negativo é a performance em jogos, que fica abaixo da maioria dos modelos. O preço é de aproximadamente R$ 950.

10. Xiaomi Mi 8

O último celular com melhor custo-benefício é o Xiaomi Mi 8. Com performance avançada e preço competitivo, oferece bom desempenho até em tarefas avançadas. Por isso, ele está na categoria intermediária premium.

O motivo é seu processador Snapdragon 660, da Qualcomm, com configurações avançadas. Ele ainda tem recursos extras, como o leitor de digitais. Tudo por um valor de aproximadamente R$ 1.100.

Devido a esses fatores, a expectativa do Xiaomi Mi 8 é elevada. Algumas de suas configurações são:

  • tela Full HD+ de 2.280 x 1.080 pixels com 6,26 polegadas;
  • processador Qualcomm Snapdragon 660 octa-core de até 22, GHz;
  • memória RAM de 4 Gb ou 6 Gb;
  • armazenamento de 64 Gb ou 128 Gb;
  • câmera frontal de 24 Mp;
  • câmera traseira de 12 Mp com abertura f/1.9 e 5 Mp com abertura f/2.0;
  • bateria de 3.350 mAh;
  • sistema operacional Android 8.1 Oreo.

Apesar de todos esses pontos positivos, o aspecto negativo é o design praticamente copiado do iPhone X. Ele também tem venda oficial no Brasil. Com isso, não tem garantia nem assistência técnica.

Com todas essas características, você já está pronto para escolher o melhor celular pelo custo-benefício, certo? Ainda que opte por algum que esteja fora dessa lista dos 10 mais, sabe onde procurar. Agora é só decidir entre processamento, bateria, câmera ou preço — tem para todos os gostos e bolsos.

Acha que faltou algum modelo nessa lista? Fico com alguma dúvida? Tem uma experiência a compartilhar? Deixe seu comentário e conte pra gente!

Confira outros conteúdos sobre o assunto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *