Empresa

Como avaliar se uma cadeira de escritório é ergonômica? Confira algumas dicas!

Encontrar uma cadeira de escritório ergonômica é uma tarefa quase impossível para você? Pois saiba que com algumas dicas simples é possível encontrar o produto certo, capaz de ajudar a posicionar melhor seu corpo e passar horas trabalhando ou jogando sem dor.

Na verdade, a cadeira de escritório confortável vai além de um assento agradável. Ela deve ser planejada para oferecer suporte aos pontos certos do seu corpo, reduzindo as chances de lesões causadas por esforço repetitivo. Assim, encontrar uma cadeira ergonômica é fundamental para quem vai passar longas horas no computador, por exemplo no home office, ou então jogando ou estudando.

E, claro, essa também é uma informação importantíssima para quem tem uma empresa. Afinal, é preciso garantir que seus funcionários estarão usando equipamentos adequados e ergonômicos de acordo com as normas regulamentadoras do setor — evitando lesões e doenças ocupacionais.

Precisando de dicas? Siga conosco!

O que é ergonomia?

Antes de mais nada, é importante entender o que é ergonomia. A palavra deriva do grego ergon, que significa trabalho e nomos, que significa normas ou leis. Assim, podemos entender ergonomia como o estudo da relação do homem com o seu ambiente de trabalho.

Um especialista em ergonomia é o profissional que analisa os riscos presentes nas atividades desenvolvidas em um determinado ambiente de trabalho — e indica as condições ideais para que essa atividade seja realizada.

Assim, para uma cadeira ser considerada ergonômica ela precisa seguir as normas regulamentadoras do setor, garantindo que o móvel cumprirá suas funções básicas.

Laudo ergonômico x Análise ergonômica

Para compreender melhor o termo ergonomia e cadeiras ergonômicas, precisamos nos atentar a dois outros termos muito usados no setor: laudo ergonômico e análise ergonômica. Embora eles pareçam sinônimos, não é exatamente assim.

Laudo ergonômico é um documento elaborado por um juiz em causas trabalhistas. É por meio dele que o juiz irá analisar a estrutura oferecida pela empresa, verificando se existem condições que podem causar danos à saúde dos profissionais causados por doenças ocupacionais. Quem faz esse laudo é um especialista em segurança do trabalho.

Já a análise ergonômica é regulamentada pela NR 17 e visa avaliar os riscos ergonômicos aos quais os colaboradores estão submetidos, enquanto realizam suas atividades laborais. Pode ser chamado, também, de Avaliação Ergonômica do Trabalho e ajuda a analisar se as condições laborais estão de acordo com o orientado na norma.

A má postura e as lesões por esforço repetitivo também podem ser vistas como doenças ocupacionais — e devem ser prevenidas pelo empregador, usando mobiliários adequados, como a cadeira de escritório ergonômica.

NBR 13962

Essa é a norma técnica que padroniza os processos e produtos, além de regulamentar os padrões de conforto e segurança. É nela que estão descritas as características físicas e as dimensões exigidas para os móveis de escritório, especificamente as cadeiras.

A NBR 13962 foi estabelecida para um horário padrão de trabalho, de 8 horas, e para usuários com peso de até 110 kg, com estatura entre 1,52 m a 1,92m. A norma especifica que as cadeiras de escritório ergonômicas devem ter:

  • regulagem de altura do assento;
  • regulagem do apoio lombar;
  • base giratória, base com, no mínimo, 5 pontos de apoio (podendo ou não ter rodízios);
  • conformação da superfície do assento um pouco acentuada e com borda frontal arredondada.

O que avaliar ao comprar uma cadeira de escritório ergonômica?

Para podermos afirmar que uma cadeira de escritório é ergonômica, existem alguns pontos que precisam ser levados em consideração — sempre respeitando as orientações das normas regulamentadoras que citamos — de acordo com a posição do monitor ou TV.

Encosto

Uma cadeira de escritório ergonômica deve ter regulagem de altura e oferecer suporte para a região lombar. As medidas ideais do encosto variam. A extensão vertical do encosto deve ser de, no mínimo, 240 mm, a largura útil de, no mínimo, 305 mm e o raio de curvatura do encosto deve ter, no mínimo, 400 mm.

Assento

O assento precisa ter regulagem de altura multiponto, com pistão e amortecedor. As bordas devem ser arredondadas e permitir que as pernas fiquem em 90 graus, com os pés totalmente apoiados no chão.

Em relação às medidas, a altura da superfície do assento deve ter, no mínimo 420 mm e no máximo 500 mm. Já a largura da superfície do assento deve ter, no mínimo, 400 mm e a profundidade deve ser de, no mínimo 380 mm e no máximo 470 mm.

Material

Tanto o assento como o encosto devem ser produzidos de material acolchoado, permitindo o conforto durante longos períodos de trabalho. Verifique, também, se ele é fácil de limpar.

Braços reguláveis

Os braços reguláveis são exigidos para a cadeira de escritório ergonômica. E isso não é estabelecido por acaso, uma vez que eles ajudam a manter a postura ereta e a apoiar os cotovelos durante a digitação ou a escrita, evitando lesões por esforço repetitivo.

A norma estipula que a altura do apoio do braço deve ser entre 200 mm a 250 mm.

Rodízios

Não são obrigatórios pela norma, mas são muito importantes no dia a dia, ajudando a se locomover por distâncias curtas dentro do ambiente de trabalho. Na hora que for testar a cadeira, avalie se os rodízios rodam facilmente, sem esforços, independentemente do tipo de piso.

Estabilidade

A cadeira de escritório ergonômica deve ser estável, suportando o dia a dia de trabalho e garantindo a segurança dos trabalhadores. Por isso, é tão importante que o modelo tenha uma base com cinco pontos.

Selos e certificados de qualidade

Para que uma cadeira seja considerada ergonômica, ela deve seguir todas as orientações e preceitos das normas regulamentadoras. Com isso, é comum que esses produtos tragam um selo de conformidade e qualidade, atestando que a cadeira é, realmente, ergonômica.

Por que investir em uma cadeira ergonômica?

Cadeira de escritório ergonômica

A cadeira de escritório ergonômica traz uma série de vantagens. Como:

  • mais conforto, pois é possível realizar ajustes individuais para que cada cadeira atenda às necessidades dos usuários;
  • redução de chances de dores nas costas, pois os encostos dessas cadeiras acompanham a curvatura natural da coluna e o grau de inclinação permite descansos sem esforços;
  • menor pressão nos quadris, devido a profundidade adequada do assento;
  • menores riscos de rigidez no pescoço e nos ombros, pois a cadeira conta com encosto para suportar o peso da cabeça e ajuste para os braços;
  • flexibilidade para diversos tipos de demandas, como digitação, atendimento ao público, chamadas de vídeo, e em casa pode ser usada para jogos ou estudos.

Para quem tem uma empresa, a cadeira de escritório ergonômica é imprescindível. Pois, dessa forma, você evitará que seus funcionários tenham problemas de coluna ou desenvolvam doenças ocupacionais — que os afastem das suas atividades laborais.

E para quem está montando um home office ou um ambiente de estudos, esse mobiliário também é importante, oferecendo mais conforto e evitando lesões por esforço repetitivo.

Justamente por todos esses pontos, quando for comprar uma cadeira de escritório, é importante avaliar o custo-benefício que ela oferece. Às vezes, uma economia pequena pode significar grandes transtornos futuros colocando a sua saúde, ou dos seus colaboradores, em risco.

Agora você já sabe como escolher uma cadeira de escritório ergonômica? Aproveite e veja nosso conteúdo completo com várias dicas para encontrar uma excelente cadeira gamer barata!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *